Arquivo da tag: Informação

E o trabalho continua…..

Olá a todos,

Mais novidades sobre o trabalho, que esta a todo vapor! A expo em Americana abre em aproximadamente um mês e já entramos na reta final!

Abaixo, algumas imagens do processo de fabricação dos braços em cerâmica que fazem parte do projeto. Foi bastante trabalhoso resolver isto porque tivemos primeiro que fazer o molde em alginato, fundir em parafina e finalmente fazer o molde definitivo em gesso, a partir da peça em parafina. As imagens mostram o processo a partir desta segunda etapa, ou seja, utilizando a mão de parafina como modelo.

Espero que apreciem. Aos poucos vou atualizando o site com outras imagens do processo, ou seja, o final das costuras e as filmagens do mar, que também entrarão na instalação. Aguardem também a proposta educativa, que ficará disponível para todos os professores que quiserem baixar e usar o PDF.

Um grande abraço,

Rosana


Foto: Celso Andrade
Detalhe da mão em parafina, que servirá para a obtenção do molde definitivo em gesso. Foto: Celso Andrade.
Foto: Celso Andrade.
Grupo de mãos em parafina que utilizamos para fazer o molde definitivo em gesso. Foto: Celso Andrade.
Foto: Celso Andrade
Mão de parafina na cama de argila.
Foto: Rosana Paulino
Celso passando cera antes de derramarmos o gesso.
 Foto: Celso Andrade
Primeira parte do molde em gesso. Após, será feita a segunda parte do molde.
Foto: Celso Andrade
Molde completo em gesso.
 Foto: Celso Andrade
Parte do molde definitivo em gesso.
 Foto: Celso Andrade
Primeiras mãos de argila, ainda sem o corte das rebarbas.
Foto: Rosana Paulino
Mãos já secas aguardando a pátina final.
Foto: Celso Andrade.
Aplicação da pátina final.

Inauguração de Mostra no Afro e Conversa com os Artistas

Meus queridos,

Sábado próximo, dia 10, teremos um evento muito especial no Museu Afro Brasil. Será a inauguração da mostra BRASILEIROS E AMERICANOS NA LITOGRAFIA DO TAMARIND INSTITUTE. Para quem não sabe, o Tamarind é considerado um dos melhores – se não o melhor – ateliê de litogravura do mundo! E teremos antes da exposição uma palestra com os artistas brasileiros que participaram do programa de intercâmbio, que já comentei aqui no site. Somos: Eu, Sidnei Amaral e Thiago Gualberto. E a cereja do bolo, é claro, Marjorie Devon, diretora do Tamarind, que vem especialmente para a inauguração da mostra. Não dá para perder!

No meu caso, para quem esta acompanhando o projeto ASSENTAMENTO esta mostra é particularmente importante porque foi neste período no Tamarind que pude avançar as pesquisas que levaram ao projeto. Vai ser legal ver de perto para comparar com o que esta rolando!

Espero todos por lá! Abaixo, o convite com um detalhe da bela obra do Thiago Gualberto.


 

SERVIÇO:

MOSTRA: Brasileiros e Americanos na Litografia do Tamarind Institute.

QUANDO: Sábado, 10 de Agosto, 2013.

HORÁRIOS: 11:00 Encontro com os artistas e com Marjorie Devon, diretora do Tamarind. 13:00 hs abertura da mostra.

LOCAL: Museu AfroBrasil. Parque do Ibirapuera, portão 10.

 

A quantas anda 2

Olá a todos,

E continuamos aqui a todo vapor. Estamos com todas as imagens impressas em tamanho original, ficaram excelentes! É emocionante vê-las assim e vamos imaginando mais informações sobre esta personagem anônima. Agora com a imagem ampliada, consigo ver nitidamente uma diferença razoável na altura dos ombros. Olhando com mais cuidado, dá para perceber o desvio na coluna. Penso como ela deveria sofrer de uma escoliose, possivelmente de grau médio. Onde ela deve ter trabalhado, seu esforço, a dor física, além da dor psicológica, se trabalhou numa plantação, como mucama, vendeira…, os filhos (se os teve)… e o grande deslocamento, geográfico e mental, que ela e outros que vieram para cá sofreram.

Para trabalhar com essa questão do deslocamento, seccionamos a figura e a remontamos. É como pensar em uma reorganização forçada, feita as pressas, uma sutura sem anestesia. Reconstruir esta figura e pensar também em como estas pessoas, de variadas maneiras, se adaptaram – ou não – a um ambiente totalmente diverso daquele de origem. Estar entre os seus e algum tempo depois estar em um país distante, de língua, hábitos e crenças diferentes… nunca o choque da escravidão me pareceu tão brutal.

A primeira coisa a fazer para representar visualmente este deslocamento foi um pequeno modelo, uma impressão simples, que foi recortada e remontada várias vezes até acharmos o melhor corte. Depois isto foi costurado, acentuando a sensação de um refazer-se forçado, na base do refaça-se ou morra. Esta sensação de “refazimento” aumenta muito na figura em tamanho natural. O próximo passo é escolher uma das gravuras, que já estão impressas, e que vão ser colocadas sobre a imagem. Estamos imprimindo em transparência e algodão cru. O duro é escolher qual das gavuras usar, coração, raiz, feto…

Ao mesmo tempo estamos trabalhando também na construção das partes em escultura, e neste frio… o processo de bater a argila hoje ficou com o Celso

No mais, novas notícias e imagens em breve.

Beijo a todos.


Detalhe.
Imagens. Frontal, lateral, Reversa.
Imagens. Frontal, lateral, Reversa.